Blog

Qual a cor do vinho verde?



O vinho verde não é verde !!!!
Na realidade ele pode ter 3 cores. Branco, rosé e tinto !!!
Vinho Verde leva esse nome porque as uvas da região de Portugal chamada Região do Vinho Verde, mesmo quando maduras, têm elevado teor de acidez, produzindo líquidos cujas características lhes dão a aparência de ser proveniente de uvas colhidas antes da correta maturação.
Repare bem: isto não quer dizer que as uvas são colhidas verdes. O processo para produção do vinho verde inclui um cálculo preciso para colheita das vinhas no momento perfeito, quando elas estão com nível equilibrado de açúcares, taninos e ácidos.
Outra característica dos vinhos verdes é que ele precisa ser Português, uma vez que o local de produção é um DOC, ou seja, uma Denominação de Origem Controlada.
Só esta região tem direito ao uso do termo Vinho Verde.
Um certo nível de gaseificação é muitas vezes encontrado no vinho verde. Provém da fermentação malolática e, em geral, da adição de dióxido de carbono. Esta característica não é nova, uma vez que o vinho foi engarrafado pouco tempo depois da colheita. Isso faz com que o vinho seja engarrafado ainda com resíduos de dióxido de carbono.
Esse gás é produzido durante a fermentação. Não é um defeito, nem faz mal a sua saúde quando presente no vinho. É um processo natural do vinho verde.
Os vinhos verdes na sua grande maioria são discretos, leves e combinam muito bem com pratos igualmente equilibrados. Assim eles não vão ofuscar ou comprometer seu sabor. Por isso é que os vinhos verdes vão tão bem com saladas, carnes brancas e tapas e outros. Dê preferência, nesses casos, para os brancos e rosés.