Blog

Permita-se! Conheça a Sangria, uma receita espanhola imperdível.



Se você pensa que para beber vinhos precisa de uma boa poltrona, em uma varanda de madeira, na beira de um lago, com um pôr de sol vermelho entre montanhas repletas de carvalhos e picos gelados. Está enganado.

O vinho descomplicou e hoje em qualquer momento ou lugar é possível beber e curtir a companhia de Baco.
 
A nova palavra de ordem é: permita-se!

Esta é a melhor forma de conhecer as inúmeras possibilidades que o universo do vinho pode proporcionar. Por exemplo: sabia que o vinho tinto pode ser usado em vários tipos de drinks?

Os espanhóis já sabem disto há muito tempo. Original do sul da Península Ibérica, mais precisamente da região de Andaluzia, na Espanha, a sangria é uma bebida que remete às festas típicas espanholas e que teve origem em comunidades humildes.

A origem do nome "sangria" vem da palavra "desangre"(sangue), por sua cor avermelhada e pelo fato da bebida ser enfraquecida com água, aliviando o teor alcoólico, da mesma forma que a sangria (tratamento médico milenar) alivia a pressão sanguínea.

Muito comum no sul da Europa durante o verão, a sangria é basicamente feita de vinho tinto, frutas, açúcar e gelo, mas em alguns outros países praticamente cada família tem a sua própria receita, a maioria delas com soda.

A receita original espanhola é a seguinte:

Ingredientes
-    ½ garrafa de vinho tinto seco;
-    1 lata de água tônica;
-   ¼ de xícara de gim (opcional);
-    ½ xícara de caldo de laranja;
-   1 maçã;
-   ½ abacaxi;
-    4 colheres de açúcar; 
-   gelo a gosto.
 
Modo de preparo
Misture o suco de laranja com o açúcar e acrescente as frutas cortadas em cubos; coloque na geladeira por, no mínimo, 30 minutos; no momento de servir, acrescente o gim, o vinho, a água tônica e o gelo.

Em outros países a Sangria ganhou variações e nomes diferentes:
No Uruguai e Argentina, por exemplo, são utilizados vinhos brancos ao invés de tintos levando então o nome de "blanca" ou "clericot. Já em Portugal é comum ver sangria com ervas aromáticas como a hortelã e canela, e há, também, versões que misturam outros tipos de bebida, como Macieira, Licor Beirão e até aguardente.